"analyticstracking.php

sábado, 20 de dezembro de 2014

Frases inspiradoras de Lourenço Prado


Sendo apenas uma força sem direção, vossa mente subconsciente executa as ordens sem fazer objeção.

Aquilo que realmente acreditais - e o que dizeis que credes - manifestais em vossa vida exterior.

Nunca deveis desistir de pedir aquilo que precisais e seja justo, não pondo em dúvida a sua realização.

Se, tiverdes vossa faculdade imaginativa educada para imaginar somente o bem, realizareis em vossa vida ‘todo desejo justo de vosso coração’: saúde, riqueza, amor, amigos, expressão perfeita de vós mesmos, enfim, vossos ideais mais elevados.

Nada se interpõe entre vós e vossos ideais superiores ou todo desejo de vosso coração, senão a dúvida e o medo. Quando conseguirdes “desejar sem aflição” todo desejo vosso será instantaneamente realizado.

O medo atrai o obstáculo que a coragem afasta.

Os vossos únicos inimigos estão dentro de vós mesmos.

Só podeis receber aquilo que vos vedes recebendo.

Cada palavra que expressais exerce uma ação na vossa vida pessoal, a qual será a vosso favor ou contra vós, conforme a ideia expressa pela palavra.

O vosso modo de falar determina em grande parte o ambiente que tereis, as coisas que realizareis e como enfrentareis as condições que tereis de passar.

Quanto mais falardes sobre uma coisa, mais influência ela adquirirá em vossa vida e, por isso, quanto menos falardes nas coisas desagradáveis, mais depressa passarão.

Para alterardes vossa atitude mental e vossos sentimentos internos, transformando-os em pensamentos otimistas, alegres e elevados, convém falardes no mesmo tom e proferirdes somente palavras animadoras e construtivas.

A felicidade pode ser designada pela síntese das aspirações humanas.

Não pode haver felicidade onde existe o medo, a apreensão ou o receio.

A raiva, o ressentimento, a maldade, o ciúme e o desejo de vingança roubam ao indivíduo a felicidade e lhe deixam a moléstia, o insucesso e a pobreza.

Aquilo que vos repugna ou que odiais, certamente vos virá, porquanto, pelo ódio, formais uma imagem viva na vossa mente subconsciente e ela a reproduzirá no plano material. O único meio de apagardes essas imagens é pela não resistência.

O mal provém da “má imaginação” humana ou da crença em dois poderes, o do bem e o do mal.

Se estiverdes doente é porque mentalizastes moléstias; se sois pobre é porque pensastes na pobreza; se sois rico é porque esperastes a riqueza.

Enquanto não tiverdes arrancado o medo de vosso subconsciente, não podereis ter paz ou felicidade.

Os vossos desejos tristes são respondidos com tristeza e os vossos desejos impacientes sofrem grande atraso ou são respondidos violentamente.

Duas atitudes mentais são causas de prejuízos: o menosprezo (não dar valor) e o medo de perder, que produz uma impressão de perda no subconsciente.

Toda limitação é uma ilusão da consciência comum.

Quando fizerdes vosso pedido, deveis manter a atividade mental, de que já recebestes e, na medida do possível, agir como se já estivésseis aplicando a quantia recebida.

É absolutamente indispensável que não penseis de que modo Deus vos enviará a quantia pedida.

A abundância existe sempre em vosso caminho; porém, só podereis levá-la à manifestação pelo vosso desejo, fé ou palavra expressa.

Podeis conseguir uma grande realização de riqueza se, agindo sem receio, não impedirdes que ela se manifeste.

A vossa prosperidade depende das ideias que conservais na mente sobre o que é a abundância e o bem-estar perante as leis divinas.

Não deveis vos enciumar pela prosperidade dos outros, porque esse sentimento é um obstáculo muito grande para o bem-estar.

A música é, muitas vezes, um bom meio de impressionar o subconsciente. A música atua na quarta dimensão e liberta a alma de sua prisão carnal. Faz também que coisas admiráveis pareçam possíveis e de fácil realização!

Deveis fazer as vossas afirmações muitas e muitas vezes, mesmo durante horas inteiras, silenciosa ou audivelmente, com calma e firmeza ao mesmo tempo.
 
Lourenço Prado – Alegria e Triunfo
 
 
 
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário